Imagem capa - Quem devo convidar para meu casamento por Paulo Ellias
Dicas e Inspirações

Quem devo convidar para meu casamento

Organizar um casamento requer muita atenção aos detalhes, mas se tem algo que tira o sono dos noivos é com relação a quem devem convidar. O sonho da maioria dos casais é ter uma cerimônia e festa repleta de gente. No entanto, esse é um momento especial e íntimo e por isso é preciso escolher bem que estará presente.Familiares, amigos mais próximos, ex-namorados, amigos dos pais. Essas são apenas algumas opções de convidados que os noivos possuem. O importante é que essa tomada de decisão seja feita em conjunto e priorizar as pessoas que o casal faz questão de sua presença.


Quem não convidar


Sempre tem algum parente que os noivos não possuem qualquer tipo de contato ou o mínimo possível. Nesse caso, o casal pode optar por não convidar.Os colegas de trabalho também são uma verdadeira dor de cabeça. Afinal, ninguém deseja ter um climão chato nesse ambiente simplesmente porque optou por não convidar alguém. Não é deselegante convidar alguns e outros não. Nesse caso, somente quem é do convívio, que pertence ao círculo de convívio é que deve ser chamado para o casamento. Os colegas e chefes imediatos com quem tem uma vida fora do ambiente de trabalho podem sim ser convidados. Essa mesma regra também pode ser utilizada para colegas de universidade e vizinhos.


A obrigação somente é maior quando há um nível de entrosamento, companheirismo e cumplicidade entre o casal e os demais. Os amigos dos pais também são um problema e uma dúvida no casal que está para se casar. O ideal é explicar aos pais que o orçamento é apertado e que não terão condições de convidar a todos. Filtrar ao máximo esses amigos pode ser uma solução muito boa.Pessoas de relacionamentos antigos também podem ficar na lista dos excluídos do convite de casamento desde que não se tenha filhos com ele. Amigos virtuais, pessoas que conhecem que apenas dizem "bom dia", colegas que há anos não se fala. Todas podem ficar de fora desse momento.




Quem convidar


A lista de convidados para o casamento fica mais fácil preparar quando se sabe quem não se deve convidar. Agora que essa primeira seleção foi feita é preciso pensar nas pessoas que estão mais próximas, que realmente fazem parte do convívio dos noivos.Entre os familiares não podem faltar os mais próximos que são os pais, mães, irmãos, filhos de outro relacionamento, por exemplo.


Quando a família é maior e tem um contato mais próximo com avós, tios, primos, sobrinhos podem ser convidados.Os amigos de infância, da faculdade e até do trabalho que são bem próximos. Aqueles com quem se diverte, conversa sobre tudo e sempre mantém contato. O ato de convidar essas pessoas pode ser feito sem nenhum peso no coração ou dúvida.


O casamento de Gabriela e Rogério foi um bom exemplo de um equilíbrio bem feito na lista de convidados. Parentes, amigos, colegas de trabalho... todos estavam ali repreentados e contribuiram para um clima bastante animado e diversificado.



Resumindo


Convidar alguém para fazer parte de um momento tão importante quanto o casamento não é uma tarefa simples. É preciso levar em consideração o convívio que os noivos possuem com cada um deles. Isso vale até mesmo para familiares, vizinhos e colegas de trabalho.Comente o que você achou dessas dicas e compartilhe nossa página em suas redes sociais.